quarta-feira, 24 de junho de 2015

Reverência ao esporte...

Minha paixão pelo esporte começou quando ainda era bem criança. Estendíamos um barbante de um lado a outro da rua e a nossa rede de vôlei estava pronta para brincarmos (nada disso; para nós, era um treino para a final dos Jogos Olímpicos).
Após ingressar no Colégio Militar, aquela paixão transformou-se em amor... Passei a fazer parte das equipes de vôlei, basquete e atletismo do CMF e clubes de Fortaleza, e o esporte ensinou àquela menina introvertida a se comunicar e interagir com o mundo; mais que isso, educou-a sobre o significado da palavra "coletivo" e acerca da importância de se aprender a vencer/perder e de se perceber que há um liame indissociável entre treino e conquista.
Na maioria das vezes em que chorei de tanta alegria, o esporte foi o protagonista.



E como eu sinto falta desse espírito esportivo...